sexta-feira, 28 de setembro de 2007

.BoatoS.

Ela quis mudar,ser diferente! Não sabia ela que as coisas se encarregam de mudarem por si só!Todo aquele desespero era no fim, só desespero. Gostava de calma, de noite e de gente. Gostava até demais. Sentou-se na escrivaninha do quarto e pegou papel e caneta... Escreveu como estavam as coisas e de seus sentimentos mais ferozes. Contou da saudade, das risadas que gostava de dar sozinha depois de tanto tempo quando lembrava de algo bom. Quis que visse o quanto havia se transformado. Lembrou uma última vez do que já não era e despediu-se.


Fechou-a num envelope branco e abriu uma gaveta do lado. Despejou o envelope em cima de várias outras cartas. Olhou os papéis amontoados na gaveta e se perguntou se o conteúdo era o mesmo. Fechou a gaveta e pensou que talvez nunca as enviasse ao destinatário. Eram todas para a mesma pessoa, eram todas de pessoas diferentes sobre o mesmo assunto. Era tudo sobre ela!
Foi até a cozinha e fez um café. Queria sair, conhecer gente nova! Falar com quem não falava, rir de quem merecia. Sentiu pena do entregador dos correios e colocou um CD conhecido. Dançou sozinha e esperou a noite passar.
Ela olhou para o redemoinho de idéias diante de si e quis se atirar... Mas era cedo demais, ou tarde. Nem ela sabia! Eram apenas boatos!

14 comentários:

linny disse...

nossa, parece uma historia que teve uma vez comigo...
em relação ao meu blog:
é meu sim, so que é velho e eu retirei so uma parte do texto.
eu nao acho ele lindo, mas é algo que combina se encaixa...

supr beijo
e um final de semana lindo pra vc flor

:**

nêga disse...

boatos...
apenas boatos!
ahuahuahuaa
amei
:*

Nightingale Poe disse...

Ok fia.

Fale a verdade: Você tem ou não o dom de ler mentes?

=D

Amo amo amo flor.

Lenin disse...

descobri seu blog por acaso...ele nao tem nada de contra indicado...e 'as coisas se encarregam de mudarem por si só' foi genial. até!

lise disse...

porra, menina!Que post foi esse hein???
eu danço snohiza....."dancing with myself ohh dancing with myself"

:*

parabéns!!

Puro rumor disse...

cartas que nunca foram enviadas... foram tantas já, da até um tanto de raiva de si próprio diga...

=*

Ludmila Prado disse...

simplismente gostei do texto, bom de ler.
É sempre bom estar um pouco sozinha e repassar os pensamentos sobre nos, escrevelos, torna-los mais fortes e quando lidos novamente, revividos.

que bom que dispertei a curiosidade em você, pode ler que não irá se errenpender.

bjos

Marília disse...

Ah, eu tambem danco sozinha!
Me identifiquei com a protagonista desse texto...vai ver sou eu tbem!
Huhauhauha

Beijos e mais uma vez, um belo texto!

Giovana disse...

Cartas que nunca foram mandadas... e sobre ela mesma.
Tenho uma caixa cheia dessas, rs.
Bjo amore!!

Ruleiando _ disse...

Oii..
Incrível como eu me identifico com os seus textos..
Eu sempre escrevo coisas na hora do desespero que nunca mais leio... ou melhor, jogo fora. No fundo é só desespero mesmo, até a parte de querer conhecer gente nova de repente.
Eu vi seu blog nos últimos atualizados do Blogspot.. fui clicando aí tinha o seu. Gostei e comentei ;) ..
Eu prefiro que me chamem de Cris =), porque Cristina é nome de velha =P, e eu sou de São Paulo.
Você é de Alagoas né? Looonge xD!
Obrigada por ter respondido!
=*

linny disse...

olaa. passa no meu blog tem um presentinho pra vc...


bju

Lenin disse...

bom, eu vi um comentario seu no blog do cara do los hermanos [: o meu blog tá parado só por enquanto....quando eu postar algo eu aviso..beijo pra tu =*

» NaY « disse...

Vim parar aqui por um link no blog da Linny (meu-retrarto)... Mas que bom que vim parar aqui! =) Belíssimo os seus dois ultimos posts, destaco esses pois foram os que li. Para mim foi impossível lê-los e não me identificar... Seu blog merece ser sempre destacado... Adorei!

Xeru =*
Nay

JEAN PITER INZAGHI disse...

Adoro narrativas... reais ou não.
muito bom

Un abrazo