segunda-feira, 3 de setembro de 2007

.Vermelho cinza.




[...]Sentiu uma domência repentina nas extremidades dos dedos das mãos, as cores foram ficando cada vez mais confusas, sentiu-se leve como uma folha e uma súbida vontade de acordar tomou conta dela...mas ela não conseguia. Tudo bem sonhar..mas tentar acordar e não conseguir causou um certo desconforto nela...ela começou a achar que aquilo não era um sonho e sim um pesadelo!Um pesadelo do qual ela ainda não conseguia temer! "É...talvez ele ainda tenha jeito"[pensou ela] - andou bastante, mas pelo seu caminho não encontrava alguém que lhe respondesse nada! nesse lugar haviam apenas pessoas com corpos de gente, mas no lugar das cabeças estavam indefinidos, como se alguém houvesse apagado suas fisionomias =[ ...quando de repente uma mulher de boca escarlate aproximou-se dela e chamou...."-VENHA...por aqui!"Ela andou...aquelas cores chamaram sua atenção, e ela foi acompanhando sem conseguir definir o que estava acontecendo..sem conseguir dizer pelo menos um "-Quem é vc?"mas aquilo não importava pra ela...pelo menos não daquela vez...era um outro lugar...era um novo lugar. [...]

Nenhum comentário: