segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

.Do latim, meduS.






Uma palavra e um coração. Um só. Uma só. Um surto. Uma crise. Um sinônimo.


Medo: É um sentimento que é um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente.




Fazia calor, como sempre, e o suor era maior que a preguiça. Duas, três vezes a caixa torácica contraindo o diafragma...e relaxaaando. Um pé atrás do outro. Olhou as unhas das mãos sujas e cortou-as novamente. Uma certa vez pensou na discrepância e em como de certa forma ela move o mundo. Filosofar sozinha era fácil, como quem rouba às custas de uma mão. Alguém havia levado a razão do porque e a personagem perguntava a si qual a reprodução das borboletas. Seriam elas assexuadas?
"Bem possível!", pensou, depois dos pés gelados!

Boca seca e no instante seguinte ela quis ir ao banheiro...Nada a fazer. Era apenas o dejá vù.A estranheza transpirando em cada poro, a insegurança escrita a batom no rosto e o fato de só ter a si mesmo. Quando a ternura não se canta, quando há um poço sem fundo.


-Eu senti que algo poderia acontecer e sempre que isso acontece, há alguma coisa errada, acredite!


-Falando desse jeito, parece que algo vai acontecer.


-É...alguma coisa acontece sempre...Isso,por exemplo, acabou de acontecer!


-Você precisa dormir!


-Eu já não durmo!




Uma dor que a afligia sempre que pensava em anos atrás...Uma vontade que tudo não tivesse passado por ela e que de certa forma os erros tivessem reparado as coisas.Alguma coisa parecida com...medo.

9 comentários:

Aline disse...

Uia, li sobre medo em outro blog agorinha a pouco!
Bjm moça

.linny disse...

acho que as pessoas tem mas medo do que vontade de acrediar, ja é o 4º blog hj que leio sobre esse assunto, e vou dizer aq a mesma cosa: ter medo de ser feliz, nao é bom.

um cheiro

AHHHHHHHHHH ADORO VC.

Puro rumor disse...

"Miedo, que da miedo do miedo que dá."

Tenha medo naum, é só o começo do fim das nossas vidas chefinha..


Bj!

Larissa disse...

Prima adoreiiiii
vou fzr o que te disse viu??!!!
essa semana eu vou lá na gazeta,
vai ficar famosaaa =D
te amooooooo

Tarci disse...

Sempre ouvi dizer que ter medo é bom, pq o medo nos impede de fazermos coisas que nos prejudicariam.
O unico medo que tenho é de não viver tudo que tenho vontade de viver.Beijos Flor boa semana!

Mila disse...

Eu sou uma pessoa medrosa.
Assumo.
Tenho medo de mil coisas e não sei ser diferente.
O medo chega a me impedir de fazer muita coisa.
=/

(dois)Beijos

Ludmila Prado disse...

sinto-me sempre com medo, medo do sim, medo do não, a dúvida.

tem sempre algo acontecendo.

um beijo

NaNa``Rô disse...

Cara, ñ te conheço. Vc ñ me conhece. Nós definitivamente ñ nos conhecemos, mas, fuçando tudo, gostei demais de seu blog! Tô add ele na minha lista, pode ser?
Bom trabalho por ele! ;)

Pedro Lima disse...

O medo é necessário à manutenção da vida, sobretudo quando aliado ao escrúpulo. Ele é um dos fatores psicológicos responsáveis por sermos uma civilização que se mantém. Durante sua manifestação, embora não pareça, formidáveis transformações químicas ocorrem em nosso organismo!!!


Agora que és ufaliana ou ufalesca ou ufálica (nossa!!!), aparece lá no João0 de Deus!!!

Amplexo!!!