quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Deixa

Então me diga, isso ainda pode ser especial de alguma forma? Eu não sei direito como agir. Eu fico querendo que esse sentimento nos redima de alguma forma, fico tentando pensar que o simples fato de um sorriso comedor de lábios despertar memórias afetivas que trarão de volta momentos belos e simples acima dos ruins e tristes. Eu penso que tudo se esvai, diante dos meus olhos, penso que você não quer mais, mas de alguma forma, não consegue dizer. Penso que eu me sinto tão triste pelo fato de não conseguir fazer você me amar como antes, mesmo eu sendo uma pessoa maleável agora, com todos os meus esforços. Acho que esperarei, mas penso que ando desistindo, e tentando aceitar o pior que possa vir. Já não sei, eu deixo...queria você de volta, queria ser sua.